NOTÍCIAS

Informações atualizadas todos os dias

Segurança rural é debatida em Brasília (DF)

MB Comunicação

Policiais Militares de Santa Catarina, participaram na última quarta-feira (22), em Brasília (DF), de uma reunião técnica promovida pelo Instituto CNA, em conjunto com a Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que debateu a criminalidade no campo e propôs medidas para aperfeiçoar a segurança no setor rural.

Participaram do encontro o Secretário de Segurança Pública do estado de Goiás, Rodney Miranda, o Secretário Executivo do Instituto CNA, André Vicente Sanches, o Deputado Federal, pelo estado do Espírito Santo, Josias da Vitória, o Deputado Federal, pelo estado de Goiás, e também presidente da FAEG, Zé Mario e o Coronel da Reserva do Exército brasileiro - Caio Nunes Marsiglia, consultor de segurança da CNA. 

Foi realizado o compartilhamento das experiências entre seis unidades de polícia militar do Brasil, convidadas a compartilhar os exemplos dos trabalhos que vem sendo desenvolvidos em suas respectivas regiões. O encontro oportunizou a geração de conhecimento sobre a polícia ostensiva rural, constituindo uma rede de contatos de especialistas na área, fomentando e difundindo as boas práticas para as demais unidades da federação. 

    A Polícia Militar de Santa Catarina esteve representada pelo comandante do 2° Batalhão de Policia Militar Ambiental, Tenente Coronel Adair Alexandre Pimentel e pelo Capitão Marco Antonio Marafon Jr, que apresentaram aos participantes as ações de polícia ostensiva rural desenvolvidas pela Polícia Militar de Santa Catarina. 

    Entre as unidades que foram convidadas estavam: Distrito Federal, Goiás, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, representada pelo 2° Batalhão de Policia Militar Ambiental.

    UNIÃO DE FORÇAS

    Em Santa Catarina o trabalho em favor da segurança no campo vem sendo desenvolvido pela Polícia Militar de Santa Catarina com a parceria da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), por meio do presidente José Zeferino Pedrozo.
 
O objetivo é aumentar a sensação de segurança das comunidades do meio rural por meio de diferentes ações, entre elas a operação Campo Seguro. A iniciativa busca a aproximação do órgão às comunidades rurais e promover mais segurança nas localidades que têm incidência de crimes. A operação consiste em barreiras policiais e visitas às propriedades, levando a educação ambiental até os produtores para prevenção de delitos.