NOTÍCIAS

Informações atualizadas todos os dias

CNA defende financiamento para fomentar ações de adaptação à mudança do clima

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR

Na quinta (11), último dia do seminário que abordou a participação do setor privado nos planos nacionais de adaptação as mudanças climáticas, realizado em Roterdã (Holanda), a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) ressaltou a importância dos financiamentos para fomentar estas ações nos países em desenvolvimento.

Durante o fórum, houve o debate com algumas entidades financiadoras como o Centro Global de Adaptação, Fundo Verde, Fundo Privado de Investimentos para Aceleração da Resiliência e Fundo voltado as Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDCs).

“Como representantes do setor agropecuário, sugerimos a criação de uma força institucional para acessar esses fundos de financiamento, não só para projetos como também para ações básicas governamentais e particulares que cheguem até os produtores”, afirmou o coordenador de Sustentabilidade da CNA, Nelson Ananias Filho.

O Brasil já desenvolve algumas ações, como o sistema de monitoramento focado na agricultura de baixa emissão de carbono, seguro para alterações climáticas e tem uma legislação ambiental aplicada à atividade rural, explicou Filho. 

Outro ponto ressaltado no fórum foi a necessidade de recursos para o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), que ele considera uma forma de motivar e propagar as ações destinadas à melhoria do meio ambiente, principalmente aquelas ligadas às mudanças climáticas.

“O PSA é uma questão que está muito longe deles ainda e o monitoramento também. Por isso, o Brasil irá mais uma vez abrir caminho e ser o protagonista nessas ações e, durante a COP de Mudanças Climáticas, vamos abrir o diálogo para tentar novas frentes para captação desses recursos lá fora”.