NOTÍCIAS

Informações atualizadas todos os dias

Santa Catarina quer se manter distante da peste suína

MB Comunicação

Prevenir e combater as temíveis pestes suínas africana (PSA) e clássica (PSC). Esse é o objetivo do workshop que a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Federação da Agricultura e Pecuária de SC (FAESC) promovem em Chapecó, nesta quinta-feira, 12 de setembro, das 8 às 18h30 horas, no Mogano Premium Hotel.

O evento é direcionado para médicos veterinários, técnicos, gerentes de granjas e demais profissionais vinculados ao setor. 

Os trabalhos serão instalados às 8 horas pelo vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (FAESC) Enori Barbieri e pela diretora técnica da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) Charli Ludtke. A programação se estende até as 18h30. 

A pauta do treinamento está orientada para a manutenção da sanidade do rebanho suíno e melhoria da vigilância à campo (granjas), mas, também busca capacitar os médicos veterinários e demais profissionais de campo para a defesa sanitária. 

O workshop permitirá atualizar os conhecimentos sobre redução dos fatores de riscos de entrada da doença, harmonizar as informações entre o serviço veterinário oficial e o setor privado para ampliação da vigilância à campo, adotar medidas de contingenciamento e melhorar a comunicação das doenças emergentes e reemergentes ao serviço veterinário oficial. A peste suína africana é uma doença viral, mas não oferece risco à saúde humana. Pode, contudo, dizimar plantéis de suínos, sendo altamente infecciosa, o que exige o sacrifício dos animais, conforme determina a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

PROGRAMAÇÃO

O workshop consiste de um curso de alto nível que será ministrado pela especialista em epidemiologia das doenças infecciosas, a doutora em medicina veterinária Masaio Mizuno Ishizuka. 

As atividades iniciam com palestra sobre peste suína africana e peste suína clássica. Às 10 horas haverá intervalo e, após, às 10h30 será discutida a síndrome respiratória e reprodutiva dos suínos (PRRS). Às 11h será debatido o papel do Serviço Veterinário Oficial (SVO) no atendimento às enfermidades de notificação obrigatória – com representantes do SVO. Ao meio-dia serão encerradas as atividades da manhã para almoço. 

As atividades serão retomadas às 14 horas com palestra sobre doenças vesiculares – febre aftosa, estomatite vesicular, doença vesicular do suíno e senecavírus A. Às 16 horas haverá uma pausa para o coffee break e às 16h30 será retomado o tema da palestra anterior. Às 17h30 um representante da SVO abordará a atuação do Serviço Veterinário Oficial nas doenças vesiculares dos suínos e, às 18h10 serão dados os encaminhamentos finais do evento. 

O workshop também conta com a parceria da Associação Brasileira das Empresas de Genética de Suínos (Abegs), Associação Brasileira de Médicos Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves), Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), Sindicatos Rurais, Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC), Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV/SC) e Associação Catarinense de Avicultura (ACAV). Tem, ainda, o apoio da Embrapa Suínos e Aves, Ministério da Agricultura e Pecuária do Brasil (MAPA) e Instituto Interamericano de Cooperação para a agricultura (IICA).

SERVIÇO

O QUE: Workshop de Doenças Virais de Importância na Produção de Suínos.

QUANDO: Dia 12/09/2019 (quinta-feira), das 8 horas às 18h30.

LOCAL: Mogano Premium Hotel, sito a Avenida Fernando Machado – 574-E, Centro, Chapecó/SC.

FONTES: 

• Doutora em medicina veterinária Masaio Mizuno Ishizuka. 
• Vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (FAESC) Enori Barbieri.
• Diretora técnica da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) Charli Ludtke.